Sábado, 17 de Maio de 2008

quando a noite cai...

Longe de ti são enormes os caminhos,
Longe de ti não há luar nem rosas,
Longe de ti há noites silenciosas,

Há dias sem calor, beirais sem ninhos!
Meus olhos são dois velhos pobrezinhos

 

Perdidos pelas noites invernosas...
Abertos, sonham mãos cariciosas,
Tuas mãos doces, plenas de carinhos!
Os dias são Outonos: choram... choram...
Há crisântemos roxos que descoram...
Há murmúrios dolentes de segredos...

 

Invoco o nosso sonho!
Estendo os braços!
E ele ó, ó meu Amor, pelos espaços,
Fumo leve que foge entre os meus dedos

.

         amo-te minha princesinha...

a mãe tem muitas saudades tuas yara...

 

                                       

sinto-me: a esperança começa a florescer
tags:
publicado por andreia_yara às 22:02

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. quando a noite cai...

.arquivos

. Maio 2013

. Março 2011

. Outubro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

.tags

. todas as tags

.links

. nosso amor Yara....

.voa meu anjinho,voa...

.OIIIIIIII....

RecadoFofo - Comenta
blogs SAPO

.subscrever feeds